sábado, 24 de dezembro de 2011

Homi Muriçoca e Mininu Mutuca !!






Dois importantes integrantes do Mói da Justiça, o Homi Muriçoca e Mininu Mutuca contam agora com seus históricos revelados!!



Homi Muriçoca


Bruno Washington, filho de um famoso cabeleireiro do bairro e de uma manicure, era um menino de classe média baixa fissurado em telenovelas. Ainda durante sua infância um fato o marcou profundamente. Ao assistir a novela Vale Tudo ficou estarrecido com o assassinato da personagem Odete Roitman. A partir deste fatídico dia foi tomado por um forte sentimento de justiça e jurou pelo o nome de Odete Roitman que combateria o mal custe o que custar. Depois entendeu que a Odete Roitman era a vilã da novela, mas já era tarde demais, pois passou a fazer planos para um dia se tornar um grande herói. Seu primeiro passo foi angariar fundos para sua ousada empreitada heróica. Sem muita opção, assumiu o salão de beleza do pai que era o único sustento da família e de onde poderia custear suas atividades contra o submundo. Para sua surpresa, tinha maior aptidão para cortar cabelos do que para pegar bandidos. Até que um dia resolveu criar algo para aterrorizar os malfeitores, mas nada saia que preste de sua cabeça. Numa noite quente, com ventilador quebrado, janela aberta dando para um canal imundo de podi, sendo incomodado por uma ruma de muriçocas, sem conseguir fechar os olhos, teve a brilhante idéia. Se muriçoca é um bicho que perturba o juízo de qualquer um, ele seria uma muriçoca humana para perturbar o juízo da bandidagem. Para seu espanto ao confeccionar seu uniforme de super-herói descobriu que mandava bem na costura. Com o apurado de sua renda investiu tudo num veículo possante, um Chevette 82 bastante usado e abusado, pra não dizer quebrado, devidamente batizado de Beleza Braba. Isso somado a um sortido aparato de bugigangas e recursos pra lá de ineficazes contra o crime, nasceu o Homi Muriçoca, maior defensor, segundo ele, da cidade Pirambu City, onde com sua falta de inteligência se tornou o ingrediente principal para a alegria dos criminosos.






Mininu Mutuca


Agapinto Pinto Jr é um garoto nerd, viciado em informática, filho de pais excêntricos que levavam a vida participando de promoções e sorteios. Quando ganharam uma bela bolada na loteria, sem saber o que fazer com todo o dinheiro, e não dando ouvidos aos conselhos do jovem Pinto Jr., o casal achou por bem investir tudo em uma fábrica de máquinas de escreve, isso nos dias de hoje. Quebraram e perderam tudo. Mortos de vergolha por causa disso, deixaram o filho com os avós e foram tentar a sorte em outros lugares do mundo. Para ajudar os avós que viviam de aposentadoria, o garoto passou a vender pirulitos nas ruas do bairro chique da Aldeia da Oca. Tentou aprender malabarismos para conseguir mais alguns trocados no semáforo, mas gordinho e desajeitado sempre se atrapalhava e levava todos a cair na gargalhada. Apaixonado por carros antigos e mecânica, um dia perambulando pela cidade se deparou com um Chevette 82 que de tão sujo e velho achou estar abandonado. Julgando que aquela velharia não andava mais, pensou em vender seus pneus por alguma coisa, mas de tão carecas viu que nem valia a pena o esforço. Foi quando Bruno Washington, o Homi Muriçoca, apareceu e quis prender o garoto por tentar roubar os pneus de seu carro. Comovido por ver que aquele homem realmente usava aquele carro, Pinto Jr. colocou a mão no bolso e lhe deu o apurado do dia na venda dos pirulitos dizendo que estava com pena dele, pois o carro era um lixo e ninguém merecia algo assim. Percebendo a bondade no coração daquele menino, Homi Muriçoca logo o recrutou para que se tornasse seu parceiro mirim. Esperto como um todo, Pinto Jr. correu para delegacia mais próxima e deu parte do sujeito que estava fazendo propostas estranhas para meninos de rua. Depois de resolvido esse mal entendido, Agapinto Pinto Jr. se tornou o Minino Mutuca, o mosquinha prodígio. Esperto, inventivo e muito mais inteligente que seu mentor no combate ao crime, Minino Mutuca encontrou um novo siginificado para sua vida. Bom em mexer com máquinas e mecanismos, criou um dispositivo que faz mover as asas de seu uniforme e de seu destemido líder estabacado. A diferença é que no seu caso consegue realizar pequenos voos, enquanto o Homi Muriçoca fica só na vontade.




Novamente lembrando que Adriano Sapão e eu estamos trabalhando para contarmos com mais novidades desses hilários personagens no ano que vem!! Aguardem!!


Nenhum comentário: